Como adquirir meu Aparelho de ELETROTERAPIA ?


COMO ADQUIRIR O SEU APARELHO: Você pode adquirir pelo PagSeguro“comprar com” que leva você até a página de compra por boleto, com cartão a vista ou parcelado. R$ 452,00 + envio.






Ou por depósito bancário Banco do Brasil, Itaú ou Bradesco.

R$ 417,00 + frete.

Para passar para você o preço total preciso que me envie por e mail o Cep. do endereço de entrega.


helofontoura@hotmail.com

A SAÚDE ESTÁ NO SANGUE LIMPO. ADQUIRA SEU APARELHO DE ELETROTERAPIA GFU de quem entende do assunto, te dá suporte, responde seus e mails, tira suas dúvidas e realiza consultas individuais.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Propriedades e Benefícios da maçã - Maçã- Propriedades e Benefícios




Propriedades e Benefícios da maçã

A Maçã é uma das frutas mais consumidas no mundo, e a sua composição nutricional merece destaque, principalmente pelo seu alto valor de vitaminas do complexo B, vitamina C e E, além do mineral potássio. Além disso, sua composição de fibras, principalmente da pectina, fornece aproximadamente 10% das necessidades diárias de fibras. O consumo regular da pectina tem se mostrado eficaz no controle da glicemia, auxiliando os portadores de diabetes a manter a boa saúde. O consumo aproximado de 2 maçãs pequenas ao dia, fornece a dose de pectina necessária. A pectina auxilia também na redução do mau colesterol, pois forma uma barreira de fibra na parede intestinal impedindo a absorção do colesterol e de outras gorduras.

Dizem que a maçã costuma “abrir” o apetite, mas na realidade o que os estudos demonstram é um efeito importante na saciedade. As fibras presentes na casca são do tipoinsolúvel, ou seja, não são digeridas e desta forma ficam presentes por mais tempo no estômago, induzindo a sensação de saciedade.

A maças exerce uma função benéfica e protetora para toda a mucosa do trato digestório, pois além das fibras possui agentes cicatrizantes, portanto indicada para os que sofrem de problemas como azia, gastrite e úlceras, além de auxiliar no funcionamento intestinal.

As vitaminas do complexo B colaboram com a saúde do sistema nervoso, no crescimento infantil, na saúde da pele. É uma excelente fonte de nutrientes para o cérebro, pois é rica em vitamina C e ácido fosfórico. É ainda uma poderosa arma desintoxicante e antioxidante, pois é fonte de ácido málico, essencial para o processo dedetoxificação hepática e para a neutralização dos radicais livres.

Os Taninos e os Flavonóides, fitonutrientes presentes na maçã, possuem ação antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce, adstringente e principalmenteantiinflamatória.

Tenha maçã sempre na sua alimentação diária e não deixe que falte no lanche dos seus filhos
.

Fonte: http://beneficiodasfrutasnasaude.blogspot.com.br/
Um velho ditado diz que comer uma maça, por dia, mantém o médico afastado. A concentração de fibras e vitaminas B, C e E, faz desta fruta uma importante aliada na prevenção de doenças. Caso não saiba do poder da maçã, conheça dez benefícios que esta fruta pode trazer.
Diabates: A maçã é rica em pectina, uma fibra que ajuda no controle da glicemia. Recomenda-se o consumo de duas maçãs pequenas diariamente, esta quantidade é suficiente para a dose de pectina necessária.

Colesterol: Pesquisadores da Universidade da Flórida constataram que a fibra pectina também auxilia na redução do mau colesterol ao formar uma fibra na parede intestinal impedindo a absorção do colesterol e de outras gorduras. O estudo foi realizado com 160 mulheres entre 45 e 65 anos de idade.

AVC: Frutas com a polpa branca, como maçã e pera, podem reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo feito pela Universidade de Wageningen, na Holanda, em que foram acompanhadas 20.069 pessoas, entre as idades de 20 e 65 anos. A pesquisa levou dez anos para ser desenvolvida. Após este período, os pesquisadores viram que as pessoas que mais comiam alimentos de polpa branca de frutas e legumes tinham 52% menos chances de ter um AVC. Apesar de deixarem claro que é preciso ter mais estudos para confirmar as descobertas, os estudiosos afirmam que o consumo de uma maçã por dia, reduz o risco em cerca de 40%.

Problemas respiratórios: A maçã possui antioxidantes que ajudam a melhorar a capacidade respiratória e ainda protegem os pulmões. Uma pesquisa feita pela Universidade de Nottingham, Inglaterra, mostrou que as pessoas que comem cinco maçãs ou mais por semana têm menos problemas respiratórios, incluindo asma. A maçã também possui uma propriedade adstringente que auxilia a garganta e as cordas vocais.
Doenças estomacais: A maçã possui agentes cicatrizantes que ajudam os que sofrem de problemas como azia, gastrite e úlceras, além de auxiliar no funcionamento intestinal. Esta fruta age de forma benéfica na mucosa do sistema digestivo. Quem tem problemas de má cicatrização, equimoses e sangramento das gengivas também pode melhorar este quadro comendo maçã.

Prevenção de cárie dentária: Esta infecção é causada por causa de bactérias e o sumo das maçãs têm propriedades que podem matar até 80% destes germes. Por isso, alguns dentistas recomendam oferecer maçãs para as crianças que comem muitos doces, pois a fruta ajuda a proteger a superfície dos dentes e gengivas.

Cérebro: Devido às vitaminas do complexo B, a fruta também ajuda na prevenção de todo o sistema nervoso. Isso se dá por ela ser uma ótima fonte de nutrientes, sendo rica em vitamina C e ácido fosfórico.  Desta forma, a maçã ajuda a evitar doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson.

Câncer e envelhecimento: Por ser rica em taninos e flavonoides, que são fitos nutrientes que agem como antioxidantes,  adstringentes e anti-inflamatórios, a fruta ajuda na prevenção do envelhecimento precoce. Os flavonoides também auxiliam em doenças cardiovasculares. Além disso, a maçã possui componentes que ajudam na prevenção do câncer de cólon, de próstata e de mama.

Saciedade: As maçãs são muito recomendadas aos que querem começar uma dieta. Isso porque a fruta possui fibras que ajudam a dar a sensação de saciedade. A casca, por exemplo, possui fibras insolúveis que não são digeridas e, por isso, ficam no estômago por mais tempo. Ela também tem o poder de reduzir a vontade de comer doces e chocolates.

Vitaminas: Não é possível falar de todos os benefícios da maçã, que são inúmeros. Mas, em resumo, por ela ter vitaminas B1, B2, B3, a fruta auxilia no controle do crescimento, ajuda a evitar problemas de pele, evita a queda de cabelo e ainda regula o organismo.

Márcia Sousa – Redação CicloVivo
http://ciclovivo.com.br/noticia/conheca_10_beneficios_da_maca/

Informação Nutricional

Maçãs
Quantidade por 100 gramas
Calorias 52
Gorduras Totais 0,2 g
Gorduras Saturadas 0 g
Gorduras Poliinsaturadas 0,1 g
Gorduras Monoinsaturadas 0 g
Colesterol 0 mg
Sódio 1 mg
Potássio 107 mg
Carboidratos 14 g
Fibra Alimentar 2,4 g
Açúcar 10 g
Proteínas 0,3 g

Vitamina A
54 IU
Vitamina C
4,6 mg
Cálcio
6 mg
Ferro
0,1 mg
Vitamina D
0 IU
Vitamina B6
0 mg
Vitamina B12
0 µg
Magnésio
5 mg


segunda-feira, 15 de agosto de 2016

TEMPERATURA CORPORAL BAIXA


TEMPERATURA CORPORAL BAIXA

A temperatura do corpo é dada pelo equilíbrio entre a sua capacidade para gerar ou absorver calor e para liberá-lo.

Temperatura corporal baixa.
Uma temperatura corporal muito baixa pode ocorrer a partir da exposição ao frio, choque, álcool, uso de drogas, certas doenças metabólicas como a diabetes ou o hipotireoidismo. A baixa temperatura do corpo pode também estar presente em uma infecção, particularmente em recém-nascidos, idosos ou pessoas muito fragilizadas. Uma infecção severa, como a sepse, por exemplo, pode ser causa de temperaturas corpóreas anormalmente baixas.

Mais sobre em:

Choque séptico: o que devemos saber?
Bactérias Gram-positivas e Gram-negativas: o que são? Como é a técnica de Gram? Quais as vantagens de diferenciar as bactérias Gram-negativas e Gram-positivas?
http://www.abc.med.br/p/791222/curiosidades+sobre+a+temperatura+do+nosso+corpo.htm


sexta-feira, 12 de agosto de 2016

HELICOBACTER PYLORI , HELICOBACTER PYLORI e a Gastrite - HELICOBACTER PYLORI em placas dentárias


Gastrite causada pela bactéria HELICOBACTER PYLORI

Em nossa civilização há uma tendência cada vez maior de se desenvolverem doenças no tubo digestivo, tendo em vista o estresse pela competitividade, a vida nas grandes cidades, a violência, o trânsito nas capitais, e pela própria alimentação.
.
O hábito de se alimentar às pressas, com refeições muito temperadas e com muito sal podem causar o desenvolvimento de gastrites, úlceras ou outros problemas crônicos ao longo do tempo. Há poucos anos foi descoberta uma bactéria, hoje conhecida como Helicobacter Pylori (HP), nome final que lhe foi dado em 1989.
As pesquisas sobre essa bactéria não param de ser produzidas, tal a importância que veio adquirir como agente causador das gastrites e da úlcera gástrica. Essa bactéria é encontrada em todo o mundo, infectando pessoas de todas as idades, sobretudo as de baixo nível sócio-econômico e pouca higiene, podendo ser transmitida das mães para os filhos.
.
A crianças são particularmente sensíveis à infecção pelo HP. 
Ele pode ser transmitido pela água e de pessoa para pessoa. A prevalência da infecção aumenta à taxa de 1% ao ano na população em geral. Sabe-se que nos países industrializados, em torno de 50% a 60% das pessoas, com mais de 60 anos, estão infectados.

 A bactéria é resistente aos tratamentos convencionais. Veja a importância do uso do GFU Eletroterapia. Muitos casos que acompanhamos eliminaram o HP em 3 meses.

Muito comum permanecer em reserva nas placas dentárias, por exemplo, vindo a reinfectar o indivíduo uma vez cessado o tratamento. 

 A bactéria é facilmente identificada pelos métodos laboratoriais, sobretudo na superfície das células da mucosa gástrica às quais se adere. Sua grande capacidade metabólica a faz produzir várias enzimas, que lesam as superfícies das células, desestabilizando o epitélio e a barreira protetora de muco, facilitando a ação de outros agentes como ácido clorídrico e a pepsina.
.
Após a infecção há uma resposta imunológica que pode ser cruzada e agredir as células da mucosa gástrica e levar a uma gastrite autoimune. 

Dessa maneira o HP tem um papel muito importante no desenvolvimento de graves doenças gástricas, desde a gastrite aguda, crônica, crônica ativa, gastrite folicular, atrófica, ulcera gástrica e duodenal, adenocarcinoma e linfoma gástricos. 

O aparecimento da gastrite, úlcera ou câncer depende da cepa do HP, da sua virulência, da susceptibilidade do paciente e da interação bactéria/portador. 

A possibilidade da produção de oxidantes pode alterar os genes das células epiteliais, gerar mutações e originar câncer. Assim, a descoberta dessa bactéria veio solucionar um problema antigo da gastroenterologia.

 Tem toda uma explicação sobre no tópico
 PARASITAS -BACTÉRIAS - FUNGOS  em:


http://saudavelfeliz.blogspot.com.br/2010/06/7-parasitas-bacterias-fungos-vermes-um.html

http://mineraisnaturais.blogspot.com.br/2011/09/29.html


sábado, 30 de julho de 2016

SUOR e ODOR - ainda fazendo


SUOR e ODOR - ainda fazendo

A pele é formada por milhões de orifícios chamados de “poros”, que permitem ao corpo respirar. 

Um duto que se usa como via de escape para as glândulas sudoríparas tem a função de produzir esse líquido um pouco salgado que se conhece como suor. 

Esta substância tem o objetivo de regular a temperatura do corpo e é por isso que transpiramos ao termos: febre, emoções fortes, calor, na pratica de exercícios, ao comemos alimentos picantes ...

 O " transpirar" favorece a eliminação de toxinas, água e sais minerais que não servem.

O corpo humano tem cerca de 50 mil glândulas sudoríparas, que têm a capacidade de produzir até 1 litro de suor por dia. Graças a este mecanismo, são expulsas as toxinas nocivas.

Nas áreas como: pés, virilha e axilas existem glândulas que se encarregam de produzir mais suor, Veja a importância da Transpiração.

Nas áreas com pouca ventilação pode acontecer o odor pela existência de bactérias. Veja novamente a importância do suor onde odor forte = toxinas e bactérias.   Vale prestarmos atenção no odor da nossa transpiração e não focar em desodorantes que evitam esse sinal tão importante que o corpo está nos dando. 

Dicas para evitar o mau odor corporal

- Não utilizar os mesmos sapatos vários dias seguidos sem ventilar. Sugerimos pulverizar com o P10 para eliminar as bactérias e fungos.

Sobre o P10
http://mineraisnaturais.blogspot.com.br/2011/09/56.html




- Usar produtos para tomar banho e passar no corpo com o mínimo de química - você encontra em farmácias de manipulação.
Olhe o rótulo e se for o caso peça para a farmacêutica manipular um sabonete sem corantes, conservantes etc
Você vai perceber que o suor vai diminuir no seu odor. O corpo não vai precisar ficar se defendendo das químicas.
No banho higienizar com atenção genitais, virilhas, axilas e os pés. Sugerimos o uso de sabonetes neutros. Os homem devem dar uma atenção especial ao pênis e toda região circundante.

Secar muito bem o corpo depois de tomar banho, principalmente entre os dedos dos pés. Evite secar o corpo com a mesma toalha caso tenha corrimento e ou frieiras.

- Os tecidos naturais como o algodão ajudam a absorver e evaporar o suor.

- Enquanto ainda estiver com odor forte nas axilas você pode usar o bicarbonato  de sódio. Leve na sua bolsa um frasquinho com água filtrada e bicarbonato para usar. Em casa é só colocar o bicarbonato nas mãos e lavar as axilas.

Diminuir a ingestão de carnes vermelhas, gorduras, alho, cebola e bebidas alcoólicas (dar preferência a frutas e vegetais frescos).

Um odor forte no corpo acontece por vários motivos. Desde a alimentação, estresse, desequilíbrios dos sistemas mas lembre-se: É "sempre" um sinal do corpo mostrando que está com toxinas e bactérias.

Assim como as glândulas écrinas, as apócrinas produzem um suor inicialmente sem odor existem na nossa pele as bactérias.  Devido a ação dessas bactérias presentes na pele é que vai acontecer o odor forte e desagradável, que recebe o nome de bromidrose.

- Vários fatores que podem contribuir para o mau cheiro corporal:
-obesidade, 
- má higiene pessoal,
- ingestão excessiva de álcool ou alguns alimentos como cebola, alho e pimenta, roupas apertadas e sintéticas.
Quando a alimentação interfere no nosso cheiro
Os vilões do odor ruim são os alimentos que contém enxofre, como alho e a cebola. O consumo excessivo desses alimentos e dietas restritas em carboidratos são fatores desencadeantes do odor característico.
— A ingestão excessiva de proteínas aumenta a produção de amônia, que se manifesta em um suor com cheiro — diz a dermatologista.
As pessoas que não conseguem metabolizar os alimentos devem evitar consumir uma grande quantidade de ovos, peixes, fígado, cebola, legumes e alho. Dessa forma é possível evitar o mau cheiro. Outro fato que pode ser responsável por essa alteração é o estresse e a ansiedade.
— Qualquer sensação de medo ou ansiedade aumenta a produção das glândulas sudoríparas, liberam uma série de hormônios no sangue, que serão exalados junto com o suor, o que pode ser ou não perceptíveis — acrescenta Miriam.
Além das axilas, algumas pessoas também apresentam um odor muito forte nos pés:
— Quando a sudorese é abundante nos pés podem surgir sinais de maceração e descamação da pele — alerta a dermatologista.
O que fazer para evitar o mau cheiro
Alguns hábitos ajudam a controlar o odor como lavar os locais afetados, ensaboando bem e dando preferência a sabonetes antissépticos; secar bem a pele após o banho, especialmente entre os dedos dos pés; trocar as roupas e meias diariamente; e manter uma alimentação balanceada.
— O odor pode ser controlado por meio de substâncias que dificultam o crescimento das bactérias como talcos, sprays ou compostos por antibióticos — recomenda a dermatologista.
Em caso de excesso de suor, a hiperidrose, pode se associar substâncias antitranspirantes, mas a indicação do produto mais adequado, deve-se procurar o médico dermatologista.
Previna-se:
— Não se descuide da higiene pessoal
— Dê preferência aos sabonetes antissépticos e aos desodorantes antiperspirantes
— Troque de roupas todos os dias
— Evite as roupas de tecido sintético, especialmente as meias
— Prefira os calçados abertos e fabricados com matérias-primas naturais aos fechados e produzidos com material sintético
— Fuja da automedicação. Consulte um dermatologista para orientar o tratamento, se o odor da transpiração está se tornando inconveniente
http://zh.clicrbs.com.br/

http://melhorcomsaude.com/

sexta-feira, 29 de julho de 2016

HISTÓRIA da ELETRICIDADE em MEDICINA - ELETRICIDADE em MEDICINA

HISTÓRIA da ELETRICIDADE em MEDICINA - No século XIX a bio eletricidade (eletricidade de baixa intensidade aplicada ao organismo) era um tratamento de rotina dentro da medicina.
A eletroterapia iniciou-se logo após a descoberta da eletricidade, buscando-se conhecer o que voltagens ou correntes podiam ter de efeitos sobre o corpo humano.
Em 1903 já existiam dispositivos e tratamentos que associavam baterias de 9 volts para aplicar correntes contínuas no corpo humano.

É um assunto "muito" interessante. 

É uma pena que com a chegada da Era Industrial muitas Terapias Maravilhosas não mais podem ser utilizadas e ou indicadas pelo meio médico.

PRECISAMOS VOLTAR A VOAR EM LIBERDADE - USAR NOSSO LIVRE ARBÍTRIO E FAZER NOSSAS ESCOLHAS 
O uso da eletricidade em medicina:
- Seribonius Largus em 46 AC já usava a eletricidade para curar a gota e a dor de cabeça.
- Os peixes elétricos como a enguia foram utilizados para cura até o ano de 1745 quando foram substituídos pela eletricidade artificial.
- No século XIX a bio eletricidade (eletricidade de baixa intensidade aplicada ao organismo) era um tratamento de rotina dentro da medicina.

TOXEMIA - TOXINAS NO SANGUE - Toxemia causa a acidez sanguínea


TOXEMIA
Vários são os estudos sobre a toxemia. E não são tão recentes assim. Dra. Hulda já falava sobre há muitos anos. O livro A Cura para Todas as Doenças data de 1995. Mais de  20 anos.

Dra Hulda Clark , coloca em seu livro " The Cure" : a origem da maioria das doenças está nos parasitas, vírus e bactérias que se alimentam da multiplicidade de tóxicos, químicos e metais pesados que temos em nosso organismo. Como , por exemplo, o solvente de benzeno e o álcool isopropílico.
Consumimos diariamente várias substâncias tóxicas em refrigerantes, sucos prontos, leite de caixinha, gelatinas, doces industrializados,  tomates, batatas, água tóxica e comida industrializada ...muitas são as fontes.

Dê um passo bem simples. Aprenda como usar a eletricidade ao seu favor. Dra Hulda Clark



Vamos ao Dr. John Tilden (1851-1940)  Observe a data de seu falecimento. O assunto só é pouco divulgado, mas está longe de ser uma novidade, né?

Tilden praticou a medicina durante anos antes de começar a sua busca de uma nova compreensão da doença.

 Ele observou que a saúde é prejudicada quando a energia de uma pessoa se dissipa o corpo já não é capaz de eliminar corretamente os subprodutos tóxicos do metabolismo. 


A auto-intoxicação, ou toxemia, foi considerada por Tilden como causa básica de se ter uma saúde prejudicada.

A toxina acumulada no sangue acima do ponto de tolerância passa a dar sintomas que são sinais que aquele corpo está se esforçando para livrar o corpo das toxinas.Que seu sangue está ácido e que se estressa para fazer a homeostase. 

Veja a importância do GFU - APARELHO DE ELETROTERAPIA PARA USO EM CASA. GFU - ajudando a limpar seu corpo das toxinas.

O produto de resíduos tóxicos no metabolismo deixa esse metabolismo envenenado.

A toxina só fica retida no sangue apenas quando o corpo não consegue mais eliminá-la. Os órgãos de limpeza estão fatigados e com excesso de trabalho.



O correto é um corpo eliminar normalmente suas toxinas.
Com os anos se passando e a continuidade das pesquisas fica mais clara a ligação entre toxemia e acidez sanguínea. 


A Toxemia causa a acidez sanguínea favorecendo a proliferação dos micro organismos patogênicos.  

Matéria aprofundada em:

ACIDOSE E ARTRITE, ACIDOSE E REUMATISMO, acidez nos tecidos do corpo




Acidose, ou o excesso de acidez nos tecidos do corpo é uma das causas fundamentais das doenças, especialmente as doenças artríticas e reumáticas.

Assunto aprofundado em:
http://gfugeradordefrequencia.blogspot.com.br/2011/03/x_5013.html