Como adquirir meu Aparelho de ELETROTERAPIA ?


helofontoura@hotmail.com


domingo, 15 de janeiro de 2017

Água - Elemento água em cada um - Excesso de Água mal usado - Falta de água ? O que fazer ?



As águas em cada um

Todos vivemos os 12 signos do zodíaco. Assim todos somos cancerianos,
escorpioninos e piscianos. A diferença está em como o Sol, a Lua e os
planetas estão posicionados quando nascemos. Pode ser que não tenhamos
nenhum planeta posicionado em signo do elemento água, então com certeza 
este elemento terá pouca força na dinâmica da personalidade. Pode acontecer 
o contrário que tenhamos muitos planetas posicionados nos signos do 
elemento água, o que provocara a manifestação forte de suas características na
personalidade.

Torna-se necessário o estudo da distribuição dos planetas nos elementos 
para podermos ter uma ideia da sua expressão na personalidade e conscientemente
poder buscar um equilíbrio. A seguir colocarei uma descrição da expressão na
personalidade das diferentes possibilidades de potencialização do 
elemento água e orientações para a busca de equilíbrio. Quero assinalar meu
agradecimento ao meu amigo astrólogo Alex Dodsworth por me contagiar com 
sua sensibilidade sobre este elemento e cujas palavras e conhecimentos 
podem ser identificados no seguinte texto.


ÁGUA

Signos zodiacais: Caranguejo, Escorpião, Peixes
Direção cardinal: Sul

Tarô: Copas (Cups)
Jung: Sentimentos/Emoção
Espírito: As ondinas

Física: Estado líquido.

Aristóteles: úmido e frio

A água é associada à emoção, sentimento, carinho, afeto, cuidado e 
nutrição.

Do mesmo jeito que se morre se não se deve água, sem amor e afeto se  morre também. Pelo que o elemento água é fundamental à vida.

A água é o elemento feminino por excelência. A pessoa com água predominante
avança devagar, mas pouco a pouco vai ocupando todo o espaço que quer,
deixando tudo molhado, contaminado com seu charme, afeto, jovialidade e
encanto. 

A água também tem a característica física de adotar a forma do recipiente que a contem, assim uma pessoa com água em predominância tem o dom de 
se adaptar e adotar a forma de ser de onde se encontra,  o que é bom, mas 
também exige da pessoa a consciência do que se quer a troca de ficar vivendo o 
que os outros querem com ela, para depois não ficar magoado, decepcionado 
ou cobrando.

Quando a pessoa de água sabe o que quer quase sempre consegue. Ela sabe
contornar obstáculos, sabe esperar o momento certo de se colocar, tem
sensibilidade para perceber a oportunidade. Ela consegue sentir como 
estão as pessoas envolvidas e o que fazer para conquistá-las. Sabe evaporar 
nos momentos difíceis e retornar nos momentos certos. Os dons da água 
quando usados com maestria são poderosíssimos. Dizem muitos sábios que é o 
maior poder que existe: o poder da suavidade, da flexibilidade, do feminino. 

Quando dona de si consegue com o tempo vencer qualquer resistência ou barreira que a contenha. Se não consegue contornar, pouco a pouco vai minando ate alcançar seguir o seu caminho natural. Ela pode ser contida  por barreiras, mas pouco a pouco ela irá erodindo, penetrando até conseguir passar. No mundo físico não existe material que consiga fechar seu caminho por tempo indefinido, pode demorar, mas ela consegue passar. 

Assim a pessoa com água predominante pode ser conquistada, mas pouco a 
pouco ela vai criando o mundo que quer e no caso de querer desistir, saberá 
sair do mesmo jeito que entrou. Ela tem paciência e sensibilidade para 
erodir a mais dura pedra e o laço mais forte. É só uma questão de tempo e
circunstância para ela conseguir tomar posse e o poder onde se 
encontre.

Quando a Água é submetida ao Fogo intenso, evapora, mas não transforma 
sua natureza ou essência, ela é sempre água, esteja tanto no estado sólido 
- gelo, como em vapor, como no líquido. 

Quando a Água é submetida aos ventos e as forças elétricas, pode se 
revoltar e virar tormenta, mas logo que o clima se tranquiliza ela volta ao seu
estado habitual.

Assim as pessoas com muita água evaporam dos lugares que não lhe 
interessam, o fazem de forma suave e delicada ou de repente e só voltam quando 
existam condições que considerem receptivas a eles. Quando invadidas de maneira
violenta podem virar tormentas perigosas e incontroladas que não desistem
até sentirem que o perigo se extinguiu.

Entre as qualidades do elemento água está a sua maleabilidade e fluência, a
sua fácil adaptação sem perder a sua natureza e a sua sempre receptividade,
sendo veiculo e meio da vida e do afeto. Para perceber isto é só namorar o
rio, o mar, as águas na vida cotidiana.

As pessoas com predominância de Água nos seus mapas natais são receptivas, carinhosas, sentimentais e sensíveis. Valorizam a família e seus relacionamentos. Podem ser pessoas aconchegantes, atenciosas, que sabem receber e cuidar. Sabem nutrir, alimentar, colaborar com o desenvolvimento e o bem estar do outro. São empáticas e em geral agradáveis e joviais. 
Pode ser que se queixem, às vezes ate demais, mas com carinho voltam a 
florescer e embelezar.

Elas gostam de relacionamentos seguros, estáveis e com riqueza de 
afeto. E fazem questão de estabelecer compromissos e responsabilidades. Em geral 
são gregárias. Ainda que apreciem e em muito a sua solidão gostam sempre de estar cercadas pelos seus seres queridos, e compartilhar com eles o seu
cotidiano.

Diante uma água tranquila percebe-se a própria imagem. A água tranquila 
é um espelho do corpo e da alma. Assim as pessoas com água predominante e
equilibrada são sensíveis e capazes de espelhar as pessoas com quem se
relacionam. Têm uma sensibilidade especial para perceber como os outros 
são e se sentem e complementar com adequação. São, em geral, boas 
sensitivas e com uma telepatia emocional aguçada. São imaginativas, flexíveis e têm 
um talento especial para as artes o serviço e a religiosidade.

As suas casas e objetos são receptivos, bonitos, e disponíveis. Quase 
sempre tem comida, um bom banheiro, uma cozinha generosa e lugar onde sempre 
cabe mais um. Adoram plantas e animais, especialmente cachorros e gatos. 
Podem ser supersticiosas e cheias dos rituais para se protegerem de sua 
extrema sensibilidade. Cultivam e valorizam a excelência do mundo interior. A
maioria é delicada, reservada e introspectiva. 

As pessoas com Água predominante são gentis e atenciosas; no entanto, 
quando fora de controle, podem levar as emoções por um caminho turbulento,
resultando em depressão, melancolia e altos e baixos profundos. Nada 
pior que acompanhar uma pessoa de muita água percorrendo caminhos negativos,
chegam a ser verdadeiros masoquistas que rompem os limites do sofrimento e
autopunição. 

A água é um dos elementos que tem mais ligação com o inconsciente e os
mistérios da vida. A água física é o solvente natural e nela ou através 
dela se dá a vida na sua complexidade e variedade. Assim as emoções podem 
estar conectadas a diferentes canais, a maioria deles indecifráveis, pelo que 
as pessoas com muito água têm que estar em constante observação de si para
perceber os verdadeiros comandos das suas ações e de sua vida. Pode ser
relativamente fácil perder o contato com a realidade e ficar vivendo
comandado por sentimentos, emoções e o astral em que esteja envolvida.

É difícil para a água, a diferença do fogo, saber claramente o que 
quer, e quando sabe, ir direto a realização de seus propósitos. Ela tem seus
rodeios, seu tempo, seus cuidados, sua embriaguez natural. Ela se 
permite avançar, sentir e se necessário voltar um pouco, sentir mais 
profundamente até ter certeza de que pode continuar avançando. Tudo dependerá da 
qualidade do vinculo afetivo e do que estiver acontecendo.

Ela pode se decepcionar, magoar e se retirar ou se encantar e ficar imaginando, ou ficar motivada e ao mesmo tempo desconfiada ou até estar contrariada mais por questões incompreensíveis insistir em algo que evidentemente lhe faz mal. 

Necessitam de compromisso emocional com o que estejam fazendo para 
sentirem motivação. Olham a vida através das emoções. Tomam decisões a partir de
necessidades interiores ou comandos indecifráveis do astral. Predomina 
a busca de aconchego e de uma reação emotiva do mundo. Por onde passa 
tudo fica molhado e demora um tempo para esquecer sua presença. 

É importante para a pessoa com água ressaltada saber que outras pessoas
podem não ter água como elas e assim não terem a sensibilidade que pode 
ser esperada. Este conhecimento pode evitar decepções em relação ao cuidado 
e afeto que se espera dos relacionamentos, assim como uma adequação para 
se colocarem com assertividade.


Excesso de Água mal usado

O excesso de água mal usado pode:

Pessoas sem personalidade que ficam a mercê das pessoas com quem se
relacionam.

Pessoas amarguradas e sofredoras, vítimas da sua sensibilidade, que 
cultuam a falta, a carência, o abandono e ficam vivendo o papel de vítima; em 
estado de perturbação, angustia e depressão. 

Pessoas que não conseguem ser objetivas e realizar seus propósitos 
sempre por envolvimentos emocionais desastrosos. 

Pessoas sem iniciativa, parasitas.

Pessoas perdidas em vícios diferentes, álcool, psicotrópicos e outras
drogas. 

A sensitividade e a telepatia emocional podem ser usadas para manipular 
e controlar a quem se quer. O se a sensitividade não está bem trabalhada 
são literalmente comidas pelo astral.

Existem os casos de pessoas de que tão sensíveis e machucadas fecham 
seu emocional e vivem como robô ou máquinas.


Falta de água

Dificuldade de se relacionar emocionalmente. É difícil entrar em contato com
o que se sente e com o que sente o outro. Pode gerar uma pessoa dura, difícil de conviver e pode ser  perigosa pela sua crueldade e insensibilidade.

Reprime suas emoções num jeito que não consegue identificar direito o 
que sente. Priorizam os compromissos, as conveniências, os deveres, as 
ideias em detrimento do que sente.

A pessoa pode estar sentindo uma emoção e expressar outra em 
dependência do que esteja rolando na sua cabeça como adequado ou conveniente. Difícil
entrar em contato com a própria emoção.

Existe o tipo aparentemente afetuoso o jovial, mas sente-se uma falsidade e formalidade. E quando se tenta entrar em contato fogem com evasivas.

É também o tipo imaculado, dono de si, inacessível, de difícil contato.

Atenção com o acumulo de toxinas a nível físico e emocional. Na falta 
do elemento água a pessoa não sabe lidar com suas emoções e acumula mágoas 
a níveis inconscientes que podem provocar danos a alma e ao físico

O que fazer na falta do elemento água?

Primeiro que tudo estudar as características e atributos do elemento água.

Prestar atenção ao comportamento de outras pessoas com água 
equilibrada.

Estar atento aos pedidos e sugestões de afeto na sua relação com os membros
da família.

Se receber muitas queixas de sua dureza e insensibilidade buscar a ajuda de
um terapeuta.

Desenvolver a espiritualidade.


ÁGUA - nos 3 signos: Câncer, Escorpião e Peixes.




ELEMENTO ÁGUA NAS 3 DIMENSÕES.

A seguir refletirei sobre o elemento água nas três dimensões 
constituindo os três signos do Zodíaco: Câncer, Escorpião e Peixes.

Câncer  
Cada um dos quatro elementos manifesta-se na primeira dimensão, passando a ter os nomes dos quatro primeiros signos do zodíaco: Áries, Touro, Gêmeos e Câncer. 

O signo de Câncer então é o mundo emocional a nível pessoal. Nele 
pode-se viver a consciência das emoções, sentimentos, afetos e dos estados
emocionais no mundo pessoal e familiar.

O signo de Câncer liga as almas com laço sanguíneo ou por parentesco 
através da família e a membresia
O que é membresia: Grupo de pessoas que formam uma organização com uma norma ou princípios comuns a todos os participantes.. Liga também aos antepassados, aos ancestrais  e as origens.  É através da família que somos iniciados numa determinada membresia. Dela herdamos valores, costumes, carma e darma. Dizem que 
nela encontram-se companheiros de muitas vidas. 

A emoção funciona ligada à memória e tem sua expressão na química do 
corpo.
A função da memória é informar ao ser como foi quando no passado se 
viveu determinada situação. Mas está informação tem a falha de que 
evidentemente a pessoa do agora é diferente da do passado. Assim coisas que foram ruins 
podem ser agora boas e vice-versa. Daí a necessidade de manter um diálogo
atualizado com as emoções, especialmente as negativas para reciclar 
aquilo que se guardou e os mecanismos que usa para se expressar.

O grande desafio do signo de Câncer é conseguir libertar-se do passado
negativo (mágoas e ressentimentos) e seus alertas e conseguir ter uma 
emoção atualizada construída na arte do relacionamento no cotidiano e 
conduzida por novos valores e necessidades sintonizadas a ética espiritual. O
Ressentimento, a mágoa, a cobrança devem ser jogadas no lixo do obsoleto 
e transformadas em conhecimento e experiência e as atitudes negativas 
viciadas nelas serem transmutadas em atitudes positivas fundamentadas no amor e 
a virtude.

Torna-se necessário reformatar os mecanismos negativos e obsoletos 
através dos quais estamos acostumados a sentir. Assim diante uma decepção, em 
vez de responder com cara feia, violência, castigo e desespero pode optar-se 
por um diálogo amoroso profundo que busca a paz e o entendimento.

A família neste signo passa a ser o eixo central e adquire a categoria 
de sagrado. Todos deveriam investir tempo e energia na harmonização e 
cultivo da família e os grupos a que pertencemos. Cada membro da família merece
cuidado, atenção e afeto ainda aqueles com quem temos mais dificuldades 
de relacionamento.

É lei cósmica a prioridade de conquistar a paz, harmonia e o 
entendimento na família. Quem não conseguir, não conseguirá em outros grupos que criar. 
É bom lembrar a sabedoria popular que promulga os pais, irmãos e filhos 
como sagrados.

Que a sabedoria divina ilumine a todos para conseguirem levar o amor, a
saúde e a harmonia nas suas famílias e tribos.

Escorpião 

A segunda dimensão da existência é a que chamo de Relacional. Ela é a
possibilidade de entrar em contato e relação com o outro, seja pessoa,
animal ou coisa.  O outro que com certeza é diferente do que 
percebemos.

Os quatro elementos também  são as substancias constituintes da segunda 
dimensão através dos signos zodiacais: Leão, Virgem, Libra e Escorpião. Assim 
temos a possibilidade de nos relacionar através da energia (Leão) ou do corpo
(Virgem) ou da mente (Libra) ou da emoção (Escorpião) com o outro.

Este conceito, ainda que simples, exige uma atenção especial. Porque a 
maioria das pessoas vive seus relacionamentos só na primeira dimensão, quer 
dizer sempre centrado no seu mundo pessoal e vendo o outro só como projeção e
transferência pessoal.
Dificilmente se estabelece um verdadeiro contato 
ou relacionamento, onde uma pessoa cria espaço para perceber e conhecer a
outra. O comum é projetar, relacionar-se com o outro só a partir do que o outro representa no mundo pessoal. 

Quando falamos da segunda dimensão estamos falando da possibilidade que
temos de realmente perceber o outro independentemente ou paralelamente 
a percepção do que o outro representa segundo nosso passado e experiências. 

Dispor-se silenciar o interior e criar espaço para perceber o exterior 
é revelador da riqueza que os outros podem representar. 

Será que criou espaço interior para poder perceber como se sente e como 
é emocionalmente as pessoas que ama e convive no dia a dia?

Já observo que quando acontece uma exaltação e discussão entre duas 
pessoas, ambas não conseguem ouvir-se e cada uma desesperadamente insiste na sua
versão? 

Observo que muitas pessoas passam suas vidas prisioneiras em seu 
egoísmo emocional e convivem com outras pessoas sem nunca as terem visto, 
sentido e complementado.
 

A segunda dimensão existe e ela exige que conscientemente disponha-se a
receber o outro tal como ele é, aberto para aceitar e apreender a conviver com as diferenças. Para isto é bom desenvolver curiosidade e excitação por
conhecer o outro nas suas diferenças. Ter a satisfação de poder entrar 
em contato e relacionar-se com outra pessoa, com certeza diferente de você 
e também das expectativas que projeto nela.


Por isto, no canal de Escorpião é muito importante primeiro desenvolver 
a amizade e a confiança antes de se permitir intimidade, particularmente 
a sexual. Para evitar a embriaguez que produz o contato íntimo que luta 
as vezes por se negar a aceitar o outro como é e insiste que o outro deve 
ser como gostaríamos. 

As pessoas com o signo de Escorpião ressaltado sofrem muito nesta 
sociedade que vive o sexo e a intimidade com absoluta irresponsabilidade e 
ignorância.
A propaganda, a indução dos costumes atuais incitam as pessoas a se
entregarem ao sexo e a intimidade sem ter criado um relacionamento que
suporte a profundidade habitual a que o Escorpião está compelido a 
viver. 

Na pressa a entrega intima precipitada, arrisca-se a viver a decepção,
abandono, traição e desilusão, com todas as emoções negativas que 
acompanham a aqueles que administram as profundezas da alma no comando das suas
crianças machucadas e malcriadas.

Aos escorpioninos associa-se a vingança, o controle e o jogo de poder.

O controle e o jogo de poder é um intento de dominar as variáveis da 
relação para poder aprofundar com segurança. Mas para o  escorpionino cabe o aprendizado que só o verdadeiro amor e a crença no diálogo amoroso é que pode garantir 
a paz na profundidade.
A vingança do escorpionino é o intento mecânico de chegar a verdadeira 
razão do conflito e a ruptura de expectativas. Este mecanismo foi montado no
intento de sobrevivência durante muitos séculos. Mas agora a humanidade, mais madura, mostra que a única forma de se libertar da decepção é  através da coragem de assumir junto a dinâmica da relação, acreditando que somos um processo, que cometemos erros e que só o amor pode sarar nossas faltas.  

Escorpião rege o amante, o casamento, o curador emocional, o  pesquisador das
profundidades da alma e do relacionamento.

Peixes

A terceira dimensão é a que chamo de Social-cósmica. Ela é a  possibilidade de entrar em contato com os grupos, o social, o ambiente e sua 
diversidade de seres e coisas.

Os quatro elementos tb são as substâncias constituintes da terceira 
dimensão e se expressam através dos signos zodiacais: Sagitário, Capricórnio, 
Aquário e Peixes. Assim vive-se o social através da energia (Sagitário), do 
corpo (Capricórnio), da mente (Aquário) ou da emoção (Peixes).

Peixes é a possibilidade de viver o amor na sua escala mais abrangente.
Seria o amor universal e incondicional. O estado de êxtase que se 
adquire quando se percebe que somos o UM.

A maioria está ainda em um estado primitivo de evolução emocional e mal
conseguimos administrar as emoções e o amor em nível de família, com 
muitos desafios também em nível do relacionamento de casal, então o que esperar 
a nível social-cósmico. Assim as pessoas com o Sol ou outros planetas
(especialmente Lua, Mercúrio, Vênus e Marte) no signo de Peixes vivem o
grande desafio de conseguir realizar a potencialidade cósmica que 
herdaram: a missão de serem amorosos.



Na minha experiência tais pessoas são almas antigas que já por várias 
vidas exercitam-se na entrega emocional e na vida espiritual e sacerdotal.

O signo de Peixes exige para fluir com harmonia e equilíbrio 
generosidade e sabedoria emocional.

Os piscianos que herdam um carma pesado através de suas famílias (ainda
tentando se libertar do egoísmo e da negatividade) sofrem mesmo e
habitualmente queixam-se de serem vítimas e de assegurarem mais do que
resistem...

Mas todo pisciano deve saber que junto dele está a torcida e apoio das
equipes espirituais no comando de Jesus Cristo e da Virgem Maria e a 
alta hierarquia que cuida do planeta Terra, para que eles consigam viver no 
Amor Incondicional e assim poderem cumprir sua missão de comunhão e fonte do 
sagrado tesouro: o amor.

Os piscianos sofrem a crueldade do materialismo e capitalismo que 
nestes momentos rege no mundano. Desde pequenos se vêm obrigados a entrar num
sistema de valores que não corresponde a suas potencialidades de amor e
entrega, assim é bom eles conseguirem escutar a seus corações e o mais
rápido possível estarem receptivos as escolas espirituais e religiões, 
assim como desenvolverem seus dons artísticos para que consigam identificar 
suas verdadeiras naturezas e acordem para a bênção que é ser canal da
espiritualidade e amorosidade.

Que todos os piscianos sejam cuidados e acarinhados até ficarem fortes,
independentes e ligados espiritualmente para cumprirem sua missão com
alegria e satisfação!

Desconheço o autor deste texto.


Interessante o fortalecimento dos rins e plasma.
Neste link fala sobre os rins.
http://gfugeradordefrequencia.blogspot.com.br/2011/03/11.html

sábado, 14 de janeiro de 2017

A água – E OS SIGNOS – NAS 3 DIMENSÕES – MUITO INTERESSANTE PARA NOS CONHECERMOS MELHOR E ENTENDERMOS OS NOSSOS RELACIONAMENTOS.



A águaE OS SIGNOS – NAS 3 DIMENSÕES – MUITO INTERESSANTE PARA NOS CONHECERMOS MELHOR E ENTENDERMOS OS NOSSOS RELACIONAMENTOS.

COLOCANDO POR SIGNOS EM SEPARADO - VEJA EM MARCADORES.
Quando observamos a água física nos seus diferentes estados,
perceber-se a sua particularidade significativa e seus diversos atributos, todos
generosos à vida. É evidente que a água é um líquido divino, imprescindível para
a vida.

É muito importante saber que nosso corpo é ao redor de 80% água, o que é uma
porcentagem muito significativa. Coincidentemente a porcentagem de água
em nível de superfície terrestre é também  de 80% o planeta Terra deveria se chamar Planeta Água.

Á água é símbolo do mundo emocional: emoções, sentimentos, estados
emocionais, afeto, carinho, cuidados, sensibilidade...

E poderíamos afirmar que a maior parte de nosso tempo diário e energia
pessoal é vivenciando questões movidas pelo comando da emoção.


OS 4 ELEMENTOS
Muitas culturas acreditam que temos os quatro elementos e que são os “campos constitutivos básicos” da vida.
Cada um deles mostra riquezas e potencialidades da personalidade, que
quando distintas e diferenciadas permite entender melhor o leque de
possibilidades que dispomos para desenvolver melhor o que sintamos que fará a vida
mais harmônica, equilibrada e plena.

É muito importante conseguir distinguir a natureza de cada elemento e
ver como ele se manifesta no cotidiano da vida. Desta maneira conseguiremos
ser mais eficientes, completos e adequados tanto no plano pessoal, de
relacionamento, como no social e espiritual.

Existimos através dos quatro elementos e em um mundo de três dimensões,
assim possuímos cada um dos elementos e nos manifestamos através das
três dimensões. As três dimensões dos quatro elementos constituem os 12
signos do Zodíaco.

O quinto elemento, o espiritual, chamado de Éter, permeia a
todos.

Os quatro elementos já tiveram diferentes nomeações, utilizaremos a
criada por Empédocles ao redor do ano 450 a.C. que é usada em consenso na
Astrologia Ocidental: água, terra, fogo e ar. 

ELEMENTO ÁGUA NAS 3 DIMENSÕES.

A seguir refletirei sobre o elemento água nas três dimensões 
constituindo os três signos do Zodíaco: Câncer, Escorpião e Peixes.

A Água nas três dimensões:

A primeira dimensão é a que chamo de Pessoal. Ela é a possibilidade da
consciência de si, e do mundo pessoal. Nela entra-se em contato com o 
corpo físico, emocional, mental e energético.

A segunda dimensão existe e ela exige que conscientemente disponha-se a
receber o outro tal como ele é, aberto para aceitar e apreender a conviver com as diferenças. Para isto é bom desenvolver curiosidade e excitação por
conhecer o outro nas suas diferenças. Ter a satisfação de poder entrar 
em contato e relacionar-se com outra pessoa, com certeza diferente de você 
e também das expectativas que projeto nela.

A terceira dimensão é a que chamo de Social-cósmica. Ela é a  possibilidade de entrar em contato com os grupos, o social, o ambiente e sua 
diversidade de seres e coisas. Na sequência ESTAREI COLOCANDO SOBRE os signos e lá se fala mais sobre as dimensões

Desconheço o autor desse texto.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

O Fígado na visão Medicina Tradicional Chinesa (MTC)



"O Fígado na visão Medicina Tradicional Chinesa  (MTC)"     
 * fígado  metafísica  sistemas excretores  equilíbrio emocional
Onde nasce o verdadeiro equilíbrio emocional
      Na visão da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) o fígado, do ponto de vista energético, está estreitamente envolvido com a vesícula biliar (postura e decisões), mas também com os olhos (sentido da visão), ombros, joelhos e tendões (flexibilidade), unhas, seios e todo o aparelho reprodutor feminino.
      Na MTC se diz que o fígado é o órgão mais importante para a mulher, assim como o rim o é para o homem. Praticamente todo o sistema reprodutor feminino é regido pelo fígado, responsável por alterações no ciclo menstrual, presença de cistos de ovário, miomas uterinos, corrimentos ou prurido vaginais, alterações da libido como frigidez e impotência. O fígado é responsável por manter o livre fluxo da energia total do corpo. Como o movimento do sangue segue o movimento da energia, dizemos que o fígado direciona a circulação do sangue e regula também o ciclo menstrual.
     Mas seu papel mais importante, é sem dúvida, sobre o equilíbrio emocional. É o livre fluir da energia do fígado que vai nos permitir responder vitoriosamente aos desafios da vida, aos estímulos emocionais e afetivos, 24 horas por dia, cada segundo de nossa vida, sem parar.
   Daí começa a responsabilidade e respeito que devemos ter pelo nosso fígado e sistema hepático. E, já podemos deduzir sobre o desgaste intenso ao qual este sistema é submetido no cotidiano da vida moderna. Pouco se sabe sobre sua importância e como auxiliar, ser cúmplice, do fígado nesta missão existencial: equilíbrio emocional e afetivo. Visão, flexibilidade, postura e decisões.
   Pelo contrário, só pela má alimentação e sedentarismo, a cultura ocidental faz de tudo para fragilizar o sistema hepático. Os maus hábitos alimentares e de vida levam ao seu desequilíbrio funcional, que leva ao desequilíbrio emocional, que desencadeia mais maus hábitos alimentares e de vida. Este desequilíbrio energético pode se manifestar de várias formas. Dependendo da sua localização: insônia, enxaqueca, hipertensão, problemas digestivos, TPM, etc.
   Os problemas ligados ao fígado podem ser por falta ou por excesso de energia circulante. Um bom exemplo de excesso é a raiva, mais exatamente a raiva reprimida e, num quadro de vazio energético, temos a procrastinação e o medo paralisante ou síndrome de pânico. A estagnação do fluxo de energia do fígado freqüentemente desequilibra o emocional, produzindo sentimentos de frustração e ira. Essas mesmas emoções podem levar a uma disfunção no fígado, resultando em um ciclo interminável de causa e efeito.
   Como todas as emoções, boas ou más, passam pelo fígado, não devemos reprimi-las infinitamente. A repressão das emoções provoca um bloqueio da energia que leva ao excesso de calor no fígado. Cabe uma distinção entre sentimento e emoção. Os sentimentos geralmente fortalecem os órgãos e servem como mecanismos de defesa para o organismo. Uma certa irritação que nos leva a reagir diante de um ataque ou quando nos sentimos lesados, é diferente da raiva que é cega e destrutiva.
   Os olhos são a manifestação externa do fígado. Em outras palavras, o fígado rege o sentido da visão. Assim, patologias da visão irão sinalizar alguma alteração no fígado. As mais comuns são: conjuntivites, olhos vermelhos sem processo inflamatório, coceiras, "vista" seca, visão fraca, embaçada ou borrada, terçol, pontos brilhantes que aparecem no campo visual e outros.
   A lágrima é a secreção interna que ajuda a aliviar o fígado. Cuidado com olhos secos. Daí vem a importância do exercício de "piscar os olhos" (sempre - não esquecer) e de não reprimir o choro, embora nem sempre seja conveniente socialmente. Mas, acredite, conter o choro faz mal à saúde. Ah! Uma forma divertida de chorar/lacrimejar é deixando o riso fluir, acontecer no seu dia-a-dia, na sua vida.
   As unhas são outra manifestação externa das condições do fígado, e as suas deformidades ou a presença de micose sugerem algum comprometimento do fígado ou desequilíbrio prolongado da sua energia.
  O fígado rege as articulações do ombro e joelhos e também os tendões de modo geral. Assim sendo, as bursites e dores nos joelhos sem causa aparente, são sinais de comprometimento da energia do fígado. As tendinites e os estiramentos freqüentes também estão neste quadro.
  Todo órgão está associado a uma víscera que, no caso do fígado, é a vesícula biliar. Resumidamente, a vesícula atua mantendo o equilíbrio postural. Todos os quadros de tonturas, vertigens, labirintites estão ligados a ela. Rege a articulação tempero mandibular (ATM). Todas as tensões que ficam retidas no fígado podem ser descarregadas nesta região e produzir o bruxismo, que é um quadro de ranger os dentes, que se manifesta mais freqüentemente durante o sono.
  Metafisicamente a vesícula biliar comanda a capacidade de tomarmos decisões assertivas. Uma vesícula desequilibrada se manifestará na forma de indecisões ou mesmo desorientações, perda de rumo.
E, para resumir e partir o mais rápido para a ação de cumplicidade  "de bem com o fígado":
 - desintoxicar-se diariamente com o aumento do consumo dos alimentos de origem vegetal, maduros, crusidealmente orgânicos e integrais;
- desintoxicar-se diariamente praticando a terapia do riso, as brincadeiras, as artes, o lazer;
- praticar atividade física moderada diariamente. Vocês não têm noção de como este hábito é vital para o livre fluxo de energia do fígado;
- os sabores ácido e amargo, assim como os alimentos de cor verde são os maiores aliados do fígado. Entretanto, na primavera, evite exagerar nos sabores ácidos e picantes.
- evitar intoxicar-se com alimentos muito gordurosos (pela qualidade, gordura animal e óleos refinados, como pela quantidade), frituras, açúcar, café e álcool;
- evitar vida sedentária e estressante, o mau humor, ilusões e grandes expectativas.